Serviços

Endereço

 

Av. Celeste, 268 - Centro

Carapicuíba - São Paulo

Cep. 06320-030

- Banho & Tosa

- Produtos pet

- Consultas

- Vacinas

- Medicamentos

Tel: 11 4164-3409

Fale com a gente!

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa

Star Dog Pet Shop © 2015

Os 6 sinais da velhice em cães

February 17, 2014

Quando ele envelhece, o cachorro cria uma nova rotina e experiencia alterações no seu nível energético, estado físico e funções fisiológicas.

 

Os cuidados básicos com os cachorros devem ser feitos em todos os estágios ao longo de sua vida, especialmente, quando filhote e durante a velhice. Embora muitos não deem a devida atenção ao seu pet, é durante a velhice que os cachorros mais necessitam cuidados específicos e cuidados especiais.

 

Abaixo estão listados os 6 principais sinais de que um cão está entrando na terceira idade, confira:

 

1. Diminuição de energia - O ápice de energia de um cão é quando ele é filhote e está descobrindo o mundo. Por outro lado, a serenidade e calma de um cão chega durante a sua velhice. É comum nesse estágio que os cães sejam mais lentos e fiquem menos dispostos a longos passeios e brincadeiras. Há casos em que o cachorro diminui muito o seu nível de energia.

 

2. Rigidez e dores pelo corpo - Se o corpo do cão estiver duro ou travado de manhã ou durante alguma atividade física, isso pode ser sinal de artrite ou algum processo inflamatório. Geralmente é durante esse período que os cachorros começam a frequentar mais vezes o veterinário para avaliar suas condições vitais.

 

3. Alterações na visão e na audição - É comum que cachorros idosos tenham os olhos mais acinzentados ou nublados ou mesmo demorem para responder o chamado do dono. Esses podem ser sinais de catarata ou surdez, caracterísiticas típicas da velhice. É importante que o médico do pet esteja acompanhando essas alterações.

 

4. Diminuição do apetite - A rigidez no corpo faz com que o cachorro sinta-se desconfortável de se curvar diante da tigela, ou mesmo a falência de órgãos e dentes podem ser sinais de alteração no apetite. Por isso, recomenda-se que o dono acompanhe de perto essa mudança acompanhado de visitas regulares ao veterinário. Em alguns casos será importante o uso de medicamentos, suplemento vitamínicos ou até uma ajuda do dono.

 

5. Aumento da sede - Cães idosos sentem mais sede dos que os outros cães uma vez que há uma maior perda de água no corpo. No entanto, o aumento da sede também pode sinalizar infecções do trato urinário, problemas hormonais ou insuficiência renal ou hepática.

 

6. Incontinência urinária - Uma vez que há o aumento da sede, consequentemente haverá um aumento no xixi. Especialmente na velhice, os cães têm mais dificuldade para controlar a vontade de urinar, embora em casos mais graves a incontinência urinária esteja ligada a um desequilíbrio hormonal ou falência de órgãos.

 

Justamente por sofrerem tantas mudanças físicas nessa fase que é importante ter um veterinário competente e de confiança acompanhando todas as etapas.

 

Crédito: Linkanimal

Please reload