Serviços

Endereço

 

Av. Celeste, 268 - Centro

Carapicuíba - São Paulo

Cep. 06320-030

- Banho & Tosa

- Produtos pet

- Consultas

- Vacinas

- Medicamentos

Tel: 11 4164-3409

Fale com a gente!

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa

Star Dog Pet Shop © 2015

Gravidez psicológica (ou pseudociese) em cadelas

August 21, 2014

 

A cadela adotou um bichinho de pelúcia e está dando carinho e proteção? Ou está com as mamas cheias de leite? Estes podem ser sintomas de uma gravidez psicológica.Darei algumas dicas para entender o porquê de tal comportamento; como lidar com a situação e como preveni-la. 

Pseudociese, mais conhecido como gravidez psicológica é um problema que acontece com a maioria das cadelas não castradas (cerca de 50 a 70%), muitas vezes sem que o dono perceba. Primeiro vamos entender a origem da gravidez psicológica. 

Os ancestrais dos cães que viviam em matilhas tinham uma fêmea líder que possuía o direito de reproduzir, porém, ela tinha também a responsabilidade de caçar. Por isso outras fêmeas do grupo tinham que ter a função de mãe (mesmo sem estar grávida), ter habilidade para cuidar e alimentar os filhotes. Devido à genética e aos genes, esta função de instinto materno sem gravidez foi transmitida para os cães atuais.

O problema ocorre devido a uma “confusão” nos níveis hormonais de progesterona e prolactina no corpo da cadela, que começa a preparar o corpo para uma gestação que não vai ocorrer. A gravidez psicológica surge de 2 a 4 meses pós-cio. Existem cadelas que apresentam o problema todos os cios, outras entre cios e outras algumas vezes, lembrando que não existe uma regra.

A cadela com gravidez falsa pode apresentar os mesmos sintomas de uma cadela com gravidez verdadeira, como: ansiedade; falta de apetite; diminuição de brincadeiras; proximidade com os humanos; cavar para fazer um “ninho”; ficar choramingando; adotar e proteger algum objeto como se fosse o filho; agressividade; lambedura no abdômen; aumento das mamas e produção de leite. Esses sintomas podem durar até dois meses, então o proprietário deve ter bastante paciência e deixar a cadela bem à vontade.

Quando ocorre a gravidez psicológica, há quem deseje interrompê-la para a cadela voltar logo ao normal. Medicamentos que inibem a prolactina fazem cessar rapidamente a produção do leite e o comportamento maternal. Quando não são utilizados medicamentos os sintomas desaparecem espontaneamente, normalmente em 2 semanas. Fica a critério do proprietário cessar ou não a gravidez psicológica. Porém, em alguns casos, como inflamação das mamas, leite empedrado ou ansiedade exagerada, o médico veterinário pode receitar o medicamento apropriado. A produção de leite pode aumentar ou durar mais tempo se as mamas forem estimuladas. É melhor, portanto, evitar manuseá-las. E se a cadela praticar autossucção das mamas pode ser recomendado impedi-la com um colar elisabetano (posto em volta do pescoço, o colar torna impossível o contato da boca com o próprio corpo).

A melhor forma de lidar com a gravidez psicológica é deixar a fêmea à vontade. O dono pode providenciar uma caminha em um local calmo para que ela leve seus “filhotes” e descanse. Muitas cadelas podem demonstrar agressividade quando pessoas se aproximam dos filhotes imaginários, por isso nessa fase é importante respeitar seu espaço e tentar associar a presença de pessoas com coisas boas, como um petisco gostoso. Alguns donos querem retirar o filhote imaginário, porém isso pode aumentar a ansiedade da cadela.

Para prevenir à gravidez psicologia a única forma é a castração, pois o corpo não vai mais sofrer com a alteração hormonal. Atividade física vai ajudar bastante a diminuir a ansiedade da cadela, por isso aproveite para curtir os passeios ao lado de sua companheira.

Enfim, a gravidez psicológica está longe de ser considerada um problema grave. O proprietário apenas deve saber identificar e também entender como lidar com a situação, deixando a cachorra curtir a falsa gravidez.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato!

 

Créditos: Nossa Matilha

Please reload